Interestelar

Será que eu sei fazer resenha de filme, gente? Obvio que não, mas não importa. Porque ontem eu assisti Interestelar e saí do cinema com dor de cabeça (por causa do som ou do esforço mental, não sei).

A história só acontece porque a humanidade chegou naquele ponto. Aquele ponto em que acabou tudo que não é sujeira e doença. A solução obviamente é ir pra outro planeta. Acho essa coisa engraçada, e vou pedir licença pra sair do foco da coisa toda. Essa mania de procurar planetas habitáveis me dá coceiras. É realmente mais fácil ou é só uma ideia maravilhosa que a mente humana consiga criar máquinas tão incrivelmente avançadas tecnologicamente que sejam capazes de nos levar pra qualquer outro ponto do universo, mas não consiga criar nada capaz de controlar a qualidade do solo e do ar, pra que não seja necessário fazer uma caravana pra Marte? Sabemos exatamente qual tipo de material não vai explodir fora da nossa atmosfera, mas não sabemos qual acaba com a praga que apareceu na fazenda?

Eu sei que é muito mais emocionante e bonito viajar pelos buracos da imensidão lá fora do que adubar terra, mas vamos lá, cientistas, vamos lá. Aparentemente a espécie humana gosta de soluções complicadas e caras para problemas simples. E todo mundo dar as mãos e entrar num acordo? Nunca, jamais.

Isso porque eu nem discuto se a humanidade vai chegar nesse ponto de destruição (vai).

Mas, obviamente, o filme não é sobre uma humanidade se extinguindo. É sobre buraco negro, dimensões extras, viagem no tempo e efeito especial. E confesso que até a parte humana-romance-clichê sai um pouco do comum (aqui é a hora de parar pra não dar spoiler).

Se você ainda não conseguiu seu diploma em física, faça como eu e vá acompanhada de algum nerd pra traduzir alguns pontos; se você quer ver só pela brisa da viagem no espaço, escolha um cinema 3D; mas se nada disso te agrada, duas horas de Anne Hathaway valerão o ingresso. Vale lembrar que a chance de sair do cinema com o coração partido por perceber o seu tamanho em relação às estrelas é grande.

Sim, eu gostei do filme. Sim, tem furos científicos. Não, eu não sei explicar quais são e porquê. Ainda.

Anúncios

Um comentário sobre “Interestelar

comente!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s