Aniversariando

Interrompemos o BEDA por um motivo importante. O tempo chamou a senha para a minha restauração, tive que ir lá aniversariar.

Os astros me fizeram assim, apaixonada por atenção e carinho e pelo glamour do amor. É indiscutível: não tem festa melhor que envelhecer. A idade em si é desimportante, ela acontece da mesma forma pra todo mundo, todos os dias. Mas estar vivo é um acaso celebrável, e assim deve ser com cada um.

Me disseram uma vez que o dia do aniversário é o nosso ano novo pessoal, e desde então levo isso como filosofia de vida. E defendo com todas as forças o direito individual inviolável e intransferível de ser rei ou rainha ao menos uma vez por ano. Porque é nesse dia que reforçam a importância, o companheirismo, a insubstituibilidade. Sabemos que somos lembrados, que estamos acompanhados, e definimos o que faremos e o que seremos com essas comprovações.

Aniversário é uma desculpa para ser amado, e pra lembrar da improbabilidade e do absurdo que é estar vivo, e compor vários mundos. É só um lembrete dos outros de que “tudo e qualquer coisa, mermão, tamos aí”.

Os meus 22 anos, particularmente, foi um tanto de coisa e de gente que chegou e ficou à vontade. Esse ano, particularmente, aniversariar foi ainda mais majestoso e mais divertido.

Anúncios

comente!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s